Enlou-cresça

sábado, dezembro 22



Agora pouco estava revirando uns arquivos de bloco de notas e achei um texto que guardei há meses atrás. Um tempo de um auge de felicidade, no mínimo, monumental! E ainda mais quando o texto, me encontrei em cada expressão, em cada significado e lealdade com algo tão sincero.

Engraçado que o autor de tal obra é de um cidadão que vive a fazer críticas [ciências políticas nem sempre é um bom curso], o indignado do Jornal da Globo, Arnaldo Jabor. Mas, o Jabor falando de amor? É, para você ver que nem só de xingar o sistema vive o homem ...
e nem, é claro, só de amor.

Namorado: ter ou não, é uma questão

Quem não tem namorado é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. difícil porque namorado de verdade é muito raro. necessita de adivinhação, de pele, de saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia.

Paquera, gabiru, flerte, caso, envolvimento, até paixão é fácil, mas namorado mesmo, é muito difícil. Namorado não precisa ser o mais bonito, mas aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dele não precisa ser parruda, decidida, ou bandoleira: Basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.

Quem não tem namorado não é quem não tem um amor: é quem não sabe o gosto de namorar. se você tem três pretendentes, dois paqueras, um envolvimento e dois amantes, mesmo assim pode não ter namorado.

Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema sessão das duas, medo do pai, sanduiche de padaria ou drible no trabalho.

Não tem namorado quem acaricia sem vontade de virar sorvete ou lagartixa e quem ama sem alegria. Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade, ainda que rápida, escondida, fugida ou impossível de durar.

Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas; de carinho escondido na hora em que passa o filme; de flor catada no muro e entregue de repente; de poesia de Fernando Pessoa, Vinicius de Moraes ou Chico Buarque lida bem devagar, de gargalhar quando fala junto ou descobre a meia rasgada; de ânsia enorme de viajar para a Escócia ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo alado, tapete mágico ou foguete interplanetário.

Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor, nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele, abobalhados de alegria pela lucidez do amor.

Não tem namorado quem não redescobre a criança própria e a do amado e sai com ela para parques, fliperamas, beira d'agua, show do Milton Nascimento, bosque enluarado, ruas de sonhos ou musicais da metro.

Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de o seu bem ser paquerado.

Não tem namorado quem ama sem gostar, quem gosta sem curtir, quem curte sem aprofundar.

Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim-de-semana, na madrugada ou no meio-dia de sol em plena praia cheia de rivais.

Não tem namorado quem ama sem se dedicar; quem namora sem brincar; quem vive cheio de obrigações;

Não tem namorado quem confunde solidão com ficar sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo. Se você não tem namorado porque descobriu que o amor é alegre e você vive pesando duzentos quilos de grilos e de medo, ponha a roupa mais leve e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras, e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo da sua janela. Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fadas. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria. Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar e de repente parecer que faz sentido.

Enlou-cresça.

Cresça ou enlouqueça.

"E então o nosso mundo girou
Você ficou e a noite veio
Nos trazer a escuridão
E aí então
Eu abri meu coração
Porque nada era em vão"

Cachorro Grande - Sinceramente

7 Tragadas:

Duda disse...

Gostei do texto desse post. Muito bonito!

;*

DoMeuJeitoPorra <<< Clique Aqui

Tudo foi pro Ralo disse...

Ja tinha lido este texto simplismente adoro....

Bjus


Feliz Natal hohoho

Geoblog disse...

Muito bom seu site! Está de parabéns! Continue com o excelente trabalho!

Não deixem de conhecer meu blog com estatégias de divulgação e métodos para aumentar o tráfego de seu site/blog.

http://promocaosite.blogspot.com/

Geoprocessamento

Gis Help

Casa em Itacaré

World Cup In Brazil 2014 - FIFA

LiiiH** .... =] disse...

Noossa
amei seu texto!
muuito bom
o final entao com a musica do cachorro grande
fico otimooo
parabens!
comenta no meu se kiser

http://www.aline-liih.blogspot.com/

beijooos

Eu... e os Cogumelos também disse...

Texto lindo. No final, ainda não sei se namorar é ser tudo isso ou ser tudo isso que é namorar. Questão complicada, meu caro...

e quanto ao msn, eu tenho, mas não posso entrar. Além do mais, se eu te der meu msn, quem vai comentar no meu blog? Mesmo que seja só para dizer oi.

Esquecí msmo da arte. Pensei por todos os lados, menos o da arte. Que tipo de artista eu sou que não pensa na arte?
xD

Obrigada pelo elogio.

=*

Gabrielle disse...

Existem pessoas que querem desesperadamente um namorado. Muitas delas nem apreciam a vida, não conseguem demonstrar o que sentem, não amam a si mesmo e, por consequência, não conseguem amar o próximo. Querem tanto uma pessoa para chamar de "sua", mas esquecem que é preciso todo um processo de conquista, amizade, confiança, alegria e proteção.

Muito bom o texto! Não esperava um texto desse tipo do Jabor. Mas gostei bastante.
Beijão!

Bruh disse...

Ro,
espero que vc considere essa mensagem
nessa data tão especial não poderia deixar de te desejar feliz natal e feliz ano novo, é sincero, de coração acredite!
queria que nossa amizade voltasse a ser como era a um ano atraz! andei olhando no meu flog e deu saudades!

Bruh.